Nubank inicia programa de fidelidade e pontos

milhas-nubank-2016

A startup brasileira Nubank que oferece um cartão de crédito gerenciado através de aplicativo e sem anuidade, começa na próxima segunda-feira (12/09) os testes com seu programa de fidelidade. Inicialmente a empresa disponibilizará o sistema para um gripo de clientes pré-selecionados e que utilizam smartphones com sistema operacional Android.

Segundo a cofundadora e vice-presidente de desenvolvimento de negócios do Nubank, Cristina Junqueira, o programa de fidelidade do Nubank foi totalmente desenvolvido pela empresa. No total, uma equipe de 20 pessoas ­– das 360 que compõem o time da startup – ficaram dedicadas ao projeto durante um ano.  “Não queríamos ter um programa de fidelidade igual ao dos outros cartões”, disse a executiva, em entrevista ao Estado. “Esperar até o fechamento da fatura para saber quantos pontos foram creditados não faz parte da experiência que queremos oferecer.”

A novidade é que para fazer parte do programa de fidelidade o cliente terá de pagar uma anuidade cujo valor ainda não foi revelado – os primeiros 30 dias são grátis. Para os que não estiverem interessados no programa, o Nubank continuará a ser oferecido sem a cobrança de taxas. Ainda de acordo com a startup, os testes do programa de fidelidade serão estendidos, a partir de outubro, também para usuários de iPhone. A empresa pretende alcançar todos os clientes até o final do ano.

Inicialmente os clientes selecionados para o teste passarão a ver, a partir da próxima segunda, um convite para aderir ao programa de fidelidade. Para cada R$ 1 em compras, o usuário receberá 1 ponto.
Na conversão para dinheiro, cada ponto valerá menos do que R$ 1, mas o Nubank não revela o valor da conversão. A diferença corresponderá à receita da startup com o programa de fidelidade.

O saldo atualizado será exibido na tela principal do aplicativo e atualizado em tempo real, sempre que o usuário fizer uma nova transação com o cartão. Esse é um diferencial em relação aos programas de fidelidade de outros cartões de crédito: como eles atrelam os pontos ao câmbio do dólar, é preciso esperar a fatura fechar para contabilizar os pontos acumulados no mês. Além disso, segundo a empresa, no Nubank os pontos ganhos não terão data para expirar.

O programa de fidelidade da Nubank funcionará de forma diferente dos similares, como Smiles e Multiplus. Como por exemplo, em vez do cliente ter que acessar o site de um terceiro e pagar a passagem aérea com os pontos acumulados, o processo ocorre da forma inversa. O consumidor compra a passagem aérea ou reserva o hotel no site que preferir, pagando com o cartão Nubank. Depois, basta acessar o programa de fidelidade pelo próprio aplicativo e “apagar” a despesa usando os pontos. O valor é abatido da próxima fatura imediatamente.

No aplicativo, apenas as despesas com passagens aéreas, hoteis, viagens com o Uber, além de Netflix e Spotify estarão elegíveis para a troca por pontos. Outras despesas realizadas pelo usuário – como compras em supermercados – não fazem parte do conjunto que pode ser “apagado” da fatura usando os pontos acumulados. Por enquanto, segundo Cristina, o Nubank não procura novos parceiros para o programa de fidelidade, mas não descarta uma ampliação futura.

Conforme o Nubank, mais de 5,5 milhões de brasileiros já pediram o cartão de crédito roxo desde a fundação da empresa, em 2013 — a empresa não revela quantos clientes passaram pela análise de crédito e receberam, de fato, o cartão. “No final de setembro, nós vamos ter três vezes o número de clientes que tínhamos no final de dezembro de 2015”, diz a executiva. “Ainda temos quase 500 mil pessoas na lista de espera.”

Deixe uma resposta